Notícias

EQUILÍBRIO: O DAR E O RECEBER

Nossa vida é uma grande troca. Somos seres interacionais por natureza, não atingimos desenvolvimento pleno sem o outro a nossa volta

EQUILÍBRIO: O DAR E O RECEBER
Foto: Ilustrativa

Quero compartilhar com vocês uma reflexão sobre a vida.

Uma reflexão sobre o equilíbrio entre abençoarmos nossos antepassados e recebermos deles todas as bênçãos, todos os dons e talentos através dos genes que nos brindam o maior dos dons: VIVER!
 
Nesta singela homenagem, homenageamos também a todos os antepassados de quem herdamos a vida... os antepassados da nossa família, e de todas as famílias que vivem nesta região, pois tomos temos uma raiz semelhante.
 
E brindar a Vida, merece todo o carinho e reverência! Brindar a Vida merece a atenção de todos nós e a reflexão do que temos realmente feito de nossas vidas para honrar a todos aqueles que vieram antes de nós e construíram nosso passado, para que hoje tenhamos a oportunidade de melhorar nosso presente e futuro.
 
Espero que apreciem a reflexão e se beneficiem dela...
 
Odaiz Machado
Psicóloga
Hipnoterapeuta, Consteladora Familiar
 
Nossa vida é uma grande troca. Somos seres interacionais por natureza, não atingimos desenvolvimento pleno sem o outro a nossa volta.
 
Nosso irmão e mestre então nos passa uma lei universal responsável do equilíbrio entre as relações: "Amai o próximo como a ti mesmo". Que frase ampla, digna de uma tese.
 
E o homem durante 2000 anos investiga o próprio homem e suas relações e várias teses poderiam ser essa tese.
 
Uma delas foi criada por Bert Hellinger "Leis do amor": pertencimento, hierarquia e equilíbrio do dar e receber.
 
Por esta última é que começamos a nossa trajetória: recebemos a vida através de um SIM, dado por nossos pais e por nós mesmos. E como equilibrar dando de volta o bem mais precioso que poderíamos receber? Não há como, concorda? 
 
Então eu devolvo à vida tudo de bom que eu sei, que eu sinto e que eu faço, tudo com muito amor - princípio da vida e da criação. Assim estou honrando todos os que vieram antes de mim, meus pais, todos os meus avós, em fim, todos os ancestrais e também todos me que contribuíram com seu saber.
 
Uma vovó completa seus 98 anos, em um ano abençoado em que se recebe as sabedorias do Tarô de Marselha, Numerologia e Constelação Sistêmica Familiar. Isso representa uma grande oportunidade de equilibrar o dar e receber. Eis uma forma de gratidão:
 
Um torrão de terra seca
 
Vejo através dos números muito tempo
e longo percurso
 
Dia 23 completo anos
Como uma Senhora Sacerdotisa,
conhecimento, sabedoria e silêncio
E também como a firme Imperatriz,
geradora de vidas, mulher radiante
 
É, chego aos 98 anos
Nove, do Eremita, velho sábio
Oito, da Justiça, nem mais nem menos
 
E vejo a vida justa
Vejo o tempo acabando
Sou um torrão de terra seca
Talvez por isso eu hoje repita
Tantas vezes a mesma frase
"Você já comeu?"
Mas quem se lembrará
Da chuva que não veio?
Quem se lembrará
De que um dia já choveu?
 
9 e 8, dezessete 
E sou a Estrela da Luz divina
Sou a luz do escuro que vejo
Sou a estrela do tempo
Em que a chuva trouxe a flor
Sou a estrela do tempo 
em  que o campo florou
 
Meu campo,
Não chegou o fim ainda
Quanto falta ainda para cumprir-se?
Quem se lembrará que um dia 
Já sofreu?
 
98 e olho para o campo
Ainda espero a chuva...
Ainda espero o sol...
Ainda espero a flor...
 
Carla Dalla Longa
98 anos de Marta de Andrade
Inspiração na música Terra Seca, de Fernando Iglesias
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL SMO NOTÍCIAS (49) 9.9979-0446 / (49) 3621-4806

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,61

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,90

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 4,40

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 7,48

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,06

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 326,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 1.133,41

Euro/Real Brasileiro

R$ 6,32

Clima

Segunda
Máxima 27º - Mínima 16º
Céu nublado

Terça
Máxima 26º - Mínima 14º
Céu limpo

Quarta
Máxima 28º - Mínima 13º
Céu nublado

Quinta
Máxima 28º - Mínima 15º
Céu limpo

Sexta
Máxima 32º - Mínima 15º
Céu limpo